Vale a pena investir em vídeo?

Publicado por Rever Produções em

Muitas pessoas nos perguntam se, afinal, investir suas marcas em nossos vídeos ou outro vídeo tem alguma vantagem real. Nossa resposta tem duas etapas. A primeira é apresentar os números de visualização e a segunda é explicar porque o vídeo hoje tem um peso maior. Vamos falar um pouco sobre essas duas respostas.

Números de visualizações

Aqui vai depender da produtora e do conteúdo, pois nem sempre é um número totalmente positivo, mas para se apresentar a um possível cliente deve se avaliar um bom resultado. No nosso caso, ao apresentar um projeto de vídeo que já está acontecendo nós pegamos o total de visualizações de vídeo, pessoas atingidas e minutos de visualização de todo o caminho percorrido até o momento.

Claro que você deve fazer uma avaliação dos números relacionado ao seu público-alvo. Se o seu target for aberto, muito grande, são esperados números grandes. Agora, se o target for bem definido, exatamente direcionado, então o que vale é a porcentagem de acerto à eles. Lembrando que esses dados são estimativas.

O peso de um vídeo

Quando falamos em peso, neste tópico, não nos referimos ao tamanho do arquivo, claro, e sim à sua importância. Dados de pesquisas nos mostram que nos anos de 2014/2015, de todo o tráfego online existente, mais de 70% foi composto por visualizações de vídeos. E de acordo com um novo estudo, feito pela Cisco, em 2019, 3/4 de todo tráfego será de vídeo. E temos a certeza que o seu negócio não quer ser parte do 1/4 que estará de fora, certo?

Para você ter uma ideia sobre o conteúdo de vídeo que temos hoje, até o ano que vem, levaria aproximadamente 5 milhões de anos para um usuário assistir todos vídeos que estão postados na internet. A cada segundo são upados milhares de minutos para a rede.

Vantagens de investir em vídeos

  • 80% ou 3/4 de todo tráfego online é comporto por vídeos, logo, a maioria do seu público-alvo está assistindo vídeos na linha do tempo;
  • Você está investindo em uma mídia crescente, que está substituindo outros tipos de conteúdo;
  • Ao assinar um projeto de vídeo, você afirma que aposta no tema do projeto, provando a seus clientes qual bandeira sua empresa levanta;
  • O vídeo é um material com um prazo de validade muito maior que outras mídias de divulgação, podendo ser válido por mais de 2 anos;
  • O vídeo alcança um novo público que seria difícil alcançar de formas tradicionais – de acordo com os assuntos traçados pelo projeto de vídeo;
  • Fomento ao audiovisual (no nosso caso, independente) que, apesar de crescente evolução, ainda muito pequeno se comparado a outros mercados tradicionais.

Como a Rever lida com isso?

Ao chegar até um possível apoiador de nosso projeto, apresentamos primeiramente o objetivo dele, seguido do público-alvo e então apresentamos nossos números de visualizações, falando também da importância do vídeo para o projeto, como falei anteriormente.

Atualmente trabalhamos com o projeto Revendo Taubaté. Temos muito bem definido nosso target, nossas plataformas de distribuição, nossos números de visualizações e alcance até o momento, então tratamos de mostrar para a empresa que sim, é vantajoso estar presente em um conteúdo que abraça a ideia de tradição, de história e amor pela cidade.

 

Se interessou sobre o assunto? Pode comentar o que acha sobre isso e se tiver alguma dúvida responderemos.

E se ficou interessado em conhecer nosso projeto em atividade, clique aqui.


0 comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *